close
Arquivada ação que apontava favorecimento da TV Record a Jair Bolsonaro durante campanha
Notícias do TSE

Arquivada ação que apontava favorecimento da TV Record a Jair Bolsonaro durante campanha

Sessão plenária jurisdicional do TSE

Decisão unânime ocorreu durante a sessão desta quinta-feira (24)

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) encerrou, na manhã desta quinta-feira (24), o julgamento de uma ação que pedia a investigação de suposto favorecimento da Rede Record aos então candidatos a presidente e a vice-presidente da República nas Eleições 2018, respectivamente, Jair Messias Bolsonaro e Hamilton Mourão.

Proposta pela coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PCdoB/Pros), que teve Fernando Haddad como candidato à Presidência, a ação apontou indícios de uso indevido dos meios de comunicação e tratamento desigual de candidatos na cobertura feita pela TV Record e pelo portal de internet R7 no período eleitoral.

O julgamento foi concluído com o voto-vista do ministro Edson Fachin que, por argumentos diversos, chegou à mesma conclusão que o relator, ministro Jorge Mussi, e decidiu pela improcedência da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) por ausência de provas e pelo seu consequente arquivamento.

A decisão foi unânime.

Veja mais

Powered by WPeMatico


COMMENTS ARE OFF THIS POST