close
Governabilidade e sistemas eleitorais: seminário debate experiências na Alemanha e no Bras...
Notícias do TSE

Governabilidade e sistemas eleitorais: seminário debate experiências na Alemanha e no Brasil

Governabilidade Sistemas Eleitorais - 29.11.2021

Ministros e acadêmicos discutiram a tendência mundial de fragmentação política e o futuro das legendas partidárias

O efeito que diferentes sistemas eleitorais trazem para as democracias representativas e para as organizações partidárias foi o tema central do seminário “Governabilidade e Sistemas Eleitorais: as Experiências na Alemanha e no Brasil”, realizado na tarde desta segunda-feira (29), na sede do Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília. Ministros e acadêmicos debateram a tendência mundial de fragmentação política e o futuro das legendas partidárias.

O evento também marcou o lançamento em língua portuguesa do livro Partidos Políticos: um enfoque transdisciplinar, organizado pelos pesquisadores Thomas Poguntke, Heike Merten e Julian Krüper, e que trata dos aspectos e transformações vivenciadas pelas agremiações partidárias. A obra foi apresentada pelo próprio Poguntke, na conferência intitulada “Partidos no Século XXI: Tendências e Impasses para as democracias representativas”.

O seminário foi aberto pelo diretor da Escola Judiciária Eleitoral (EJE) do TSE, ministro Carlos Horbach, pela ministra substituta e vice-diretora da EJE, Maria Claudia Bucchianeri, e pela coordenadora de Projetos da KAS Brasil, Ariane Costa. O debate reuniu o ministro Horbach, a professora de Ciências Políticas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e representante do Centro de Estudos Europeus e Alemãos (CDEA), Silvana Krause, e o professor de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB) André Borges.

O foco do debate foi o desafio da governabilidade diante da crescente fragmentação dos sistemas partidários, traçando um paralelo entre Brasil e Alemanha. Em breve exposição, Ariane Costa lembrou que as últimas eleições na Alemanha consolidaram legendas menos tradicionais e a pulverização do voto no país, confirmando a tendência de fragmentação política registrada em outras partes da Europa.

Veja mais

Powered by WPeMatico


COMMENTS ARE OFF THIS POST