close
Mais três operadoras enviam informações ao TSE sobre telefones de supostos envolvidos em d...
Notícias do TSE

Mais três operadoras enviam informações ao TSE sobre telefones de supostos envolvidos em disparos de mensagens em massa

tre-pr tse fachada

Informações foram solicitadas pela Corregedoria em ação que investiga empresas alegadamente contratadas para propagar mensagens via WhatsApp

Nesta segunda-feira (28), a Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral (CGE) recebeu de mais três operadoras de telefonia as informações solicitadas pelo então corregedor-geral, ministro Jorge Mussi, sobre as linhas telefônicas de quatro empresas – e de seus sócios – alegadamente contratadas durante as Eleições de 2018 para disparar mensagens em massa pelo aplicativo WhatsApp.

O pedido foi feito no âmbito da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) nº 0601782-57, ajuizada pela coligação Brasil Soberano (PDT/Avante) contra Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão – eleitos presidente e vice-presidente da República no último pleito – e outras pessoas físicas. O processo estava sob relatoria do ministro Jorge Mussi e foi redistribuído ao ministro Og Fernandes, que agora ocupa o cargo de corregedor-geral da Justiça Eleitoral.

As operadoras Oi, Datora e Terapar, que ainda não haviam se pronunciado, responderam à solicitação feita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Tanto a Datora quanto a Terapar disseram não ter em seus cadastros linhas ativas sob a titularidade das instituições ou de seus sócios entre os dias 14 de agosto e 28 de outubro de 2018.

Na quarta passada (23), a CGE já havia recebido resposta das operadoras Vivo, Claro, Tim, Nextel, Sercomtel e Algar. A Nextel e a Sercomtel informaram à Corregedoria que não foram encontradas em seus cadastros linhas telefônicas em nome das empresas listadas ou de seus sócios. No processo, a unidade informou que a Porto Seguro, uma das empresas intimadas, encerrou as atividades no segmento e realizou a migração dos clientes para a operadora TIM.

Veja mais

Powered by WPeMatico


COMMENTS ARE OFF THIS POST